C.Vale

Notícias

01/03/2011 | Chuvas diminuem no Sul e aumentam no Centro-Oeste

As chuvas começam a diminuir no Sul e passam a se concentrar na parte mais ao Norte do país a partir de março. Essa mudança no padrão atmosférico, que vinha sendo marcado por muitas chuvas no Paraná e Santa Catarina, acontece apesar do enfraquecimento do fenômeno La Niña. O intervalo entre as chuvas deve aumentar no Sul do Brasil e o volume das precipitações tende a ficar abaixo da média no oeste dos três estados da região, projeta o meteorologista Luiz Renato Lazinski, do Inmet. Na parte mais ao leste, a chuva continuará bem distribuída. "Os modelos de previsão climática seguem mostrando uma tendência da continuidade do La Nina pelo menos até meados de 2011, porém diminuindo gradativamente sua intensidade", explica.

A redução das chuvas no Sul do Brasil será acompanhada do aumento da umidade no Centro-Oeste e, principalmente, Sudeste do país, onde os acumulados de precipitação devem ser extremos no decorrer de março. Com isso, as águas de março fecham o verão com risco de alagamentos e deslizamentos de terra no centro do País.

O padrão de chuvas não é o único a mudar. As primeiras massas de ar mais frio também começam a chegar ao Sul durante o mês de março, trazendo grande amplitude térmica, ou seja, baixas temperaturas pelas madrugadas e calor durante as tardes. E em anos de La Niña o risco de frio precoce aumenta porque as massas de ar polar avançam com mais facilidade pelo continente. O diretor-técnico da Somar Meteorologia, Márcio Custódio, revela, porém, que isso não necessariamente significa a formação de geadas. "Anos de La Nina são mais favoráveis a ondas de frio, mas elas costumam escapar para o oceano antes de chegar ao Paraná. O risco aumenta, mas não quer dizer que seja mais frio. Vai depender da trajetória", pondera.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS Mais notícias
C.Vale

C.Vale – Cooperativa Agroindustrial
Av. Independência, 2347 | Palotina – PR
CEP: 85950-000 | Tel: 55 (44) 3649-8181

blz.com.br