C.Vale

Notícias

13/12/2017 | Integração dá impulso a negócios

Entrada da C.Vale incrementa atividades de associados e fornecedores

No sistema de integração da C.Vale, o piscicultor vai se preocupar apenas com o manejo dos peixes. Ração, assistência técnica e alevinos ficam por conta da cooperativa. Dentro dessa cadeia produtiva, dois dos parceiros são as famílias Sgarbi e Buttini, que produzem alevinos e peixes até a fase juvenil para entregar aos piscicultores terminadores.

Desde 1991 na produção de alevinos, os Sgarbi tornaram-se gigantes no segmento. Para atender a clientes como a C.Vale, eles pretendem produzir cerca de 60 milhões de alevinos entre setembro deste ano e abril de 2018. Estrutura para isso eles têm. Numa área de 50 hectares na Linha Alto Pioneiro, interior de Palotina, contam com 16 hectares de lâmina d’água divididos em 85 tanques, sendo 21 em sistema de estufa. A parte laboratorial para coleta de ovos de matrizes tem padrão industrial. "O nosso desafio é manter uma média produtiva de 700 mil alevinos por dia", revela Ari.

Para atender a clientes do Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Rio Grande do Sul, ele conta com uma equipe de 20 funcionários. "O Paraná fica com praticamente 85% da nossa produção", revela Ari Sgarbi, que compartilha a gestão do negócio com a esposa Cláudia e as filhas Ariane e Eloísa. Individualmente, a Piscicultura Sgarbi é a maior produtora de alevinos do Brasil.

Nesse primeiro ciclo, a C.Vale vai contar com a produção de alevinos de quatro fornecedores. Entre agosto deste ano e agosto de 2018, a cooperativa tem provisionado 23 milhões de alevinos. Só os Sgarbi produzirão oito milhões. Os alevinos saem da propriedade direto para a piscicultura dos Buttini com peso médio de um grama.

Piscicultura Sgarbi: 60 milhões de alevinos para 2018

ÚLTIMAS NOTÍCIAS Mais notícias
C.Vale

C.Vale – Cooperativa Agroindustrial
Av. Independência, 2347 | Palotina – PR
CEP: 85950-000 | Tel: 55 (44) 3649-8181

blz.com.br