C.Vale

Notícias

09/05/2017 | SAFRA 2016/17: A MAIOR da história

Desempenho das lavouras paranaenses de soja é o melhor já registrado até agora

Se toda safra tivesse um La Niña assim seria bom demais. O comentário, ouvido de muitos agricultores, resume a agradável surpresa em que se transformou o clima durante a safra de verão 2016/17 quando o receio dos produtores do Sul do Brasil era de perdas por escassez de chuvas. É bem verdade que houve estiagens pontuais, mas a grande maioria das lavouras dos três estados da região apresentou excelentes rendimentos.

O associado Reni Pedro Kunz concluiu, em abril, a colheita dos 900 hectares de soja entre Guarapuava e Candói, no sul do Paraná, com produtividade média de 66 sacas/hectare. Situada no centro-sul do estado, com altitude em torno de mil metros, a lavoura de Kunz foi implantada em outubro e novembro e demorou a se desenvolver devido ao frio tardio. Depois disso, no entanto, o clima engrenou, com chuvas regulares e boa insolação. Diferentemente da temporada 2015/16, quando o El Niño provocou chuvas excessivas e facilitou a propagação da ferrugem asiática, na safra atual a doença pouco atrapalhou e as pragas foram controladas com facilidade.

Kunz entregou entre 30 e 40% da produção para cumprir contratos de comercialização antecipada e vai negociar o restante ao longo do ano. Ele também conseguiu excelentes resultados com o milho: 200 sacas/hectare.

No noroeste do Paraná, onde a soja é cultivada bem mais cedo que no centro-sul, a família Simokomaki conseguiu o maior rendimento de sua história na safra 2016/17. O excelente resultado foi alcançado mesmo com um período seco no final do ano passado. "Ficamos 25 dias sem chuva, praticamente todo mês de novembro. Depois choveu bem até o fim", conta Masaru Saito Simokomaki. Ele e a filha Aline terminaram, em fevereiro, a colheita dos 346 hectares de soja na Fazenda Pai da Brasa, em Brasilândia do Sul. A produtividade média ficou em 73,1 sacas/hectare. Das 25.300 sacas colhidas, eles venderam apenas 15%. As 21.500 sacas restantes serão negociadas ao longo do ano.

 

SOJA: RECORDE DE PRODUÇÃO NO BRASIL

A produção brasileira de soja deve totalizar 110 milhões de toneladas na safra 2016/17, segundo a Conab. Com crescimento de 15% sobre a temporada anterior, esse volume é recorde nacional. No PR, a estimativa é de 18,6 milhões de toneladas, maior safra já colhida no estado. O rendimento médio supera 59 sacas/hectare, 13% superior ao da safra passada.

Lavoura de 900 hectares de Reni Kunz, entre Guarapuava e Candói, centro-sul do PR, rendeu 14% a mais que na safra 2015/16

Em Brasilândia, Masaru e Aline Simokomaki conseguiram rendimento superior a 73 sacas/hectare

ÚLTIMAS NOTÍCIAS Mais notícias
C.Vale

C.Vale – Cooperativa Agroindustrial
Av. Independência, 2347 | Palotina – PR
CEP: 85950-000 | Tel: 55 (44) 3649-8181

blz.com.br