C.Vale

Notícias

08|03|2017 | Dia da Mulher: Mulher que coopera, família que prospera

Esposas de associados dividem tarefas com marido para realizar sonhos

Márcia Sividini é o braço direito do marido Ademir no trabalho e na administração da propriedade

Participar das atividades operacionais e da administração da propriedade é um desafio que move muitas mulheres do campo. Muitas delas querem ser, também, protagonistas de seu próprio destino, ajudando ativamente o marido nas tarefas da propriedade com o objetivo de concretizar os desejos e sonhos da família. Foi essa disposição que moveu Márcia Sividini desde que se uniu ao esposo Ademir. "Ter uma casinha branca de varanda, um quintal e uma janela para ver o sol nascer...". A música de Peninha embalou muitos dos sonhos do casal, de Pérola Independente, interior de Maripá (PR). Mesmo com uma vida simples, eles transformaram 10 alqueires num campo próspero e fértil para o cultivo de grãos, criação de frangos, peixes e produção de artesanatos.

Quem não conhece Márcia Sividini certamente diria que é uma mulher urbana, destemida. Mau sabe que a timidez a acompanhou até outro dia. Foi nas reuniões e qualificações do Núcleo Feminino da C.Vale que ganhou segurança e deu vazão a seu potencial. Ela e Ademir lidam lado a lado na propriedade. Não contam com empregados para o trato da terra e nem para cuidar das mais de 40 mil aves alojadas em dois aviários e dos quatro açudes que produziram, na última "safra", 30 mil quilos de peixes.

É com essa diversificação de renda e de talentos que a família quer assegurar o futuro dos filhos. Andressa está no quinto ano de Engenharia Civil e Dian, no segundo de Aquicultura. "Bendito são os frangos que, a cada 60 dias, garantem o sustento da nossa família", diz Márcia ao relatar que se não fosse a atividade, não conseguiriam manter três casas. "Mesmo cursando faculdades públicas, temos gastos com aluguel, alimentação, deslocamento e manutenção deles em Cascavel e Palotina", enumera a mãe. Segundo Márcia, os frangos garantem 60% da renda da família.

Produção de peixes

Os Sividini estão ansiosos pela entrada da C.Vale no segmento peixe, no qual eles já estão, há quatro anos, produzindo em escala comercial. Nas duas primeiras safras os compradores demoraram muito para pagar. "Se fosse na C.Vale, isso jamais aconteceria. A cooperativa vem para balizar e moralizar esse segmento", acredita Ademir. Outro fator que tem estimulado a família a investir nesta área é a organização da cooperativa e a perspectiva de produção escalonada. "Hoje tiramos uma safra por ano, que já dá um bom retorno. Com a tecnologia que a C.Vale está desenvolvendo, acredito que teremos mais que um lote, com muito mais tecnologia, renda e segurança na hora da comercialização. Se for o mesmo sistema de integração do frango,  perfeito", avalia Márcia.

A casa da família Sividini fica no alto de uma colina. A varanda ampla e arejada fica de frente para um gramado imenso e bem cuidado que, volta e meia, serve de campinho para uma pelada de futebol. Na lateral, uma edícula espaçosa e uma piscina estimulam os encontros de família e de amigos. "A gente não para de sonhar. Adoro minha casa, mas quando puder quero construir uma novinha", diz a talentosa Márcia. Com todos os afazeres domésticos e da propriedade, ainda encontra tempo para costurar e bordar. Muitas de suas roupas são de sua criação. Até outro dia, bordava e comercializava seus feitos numa lojinha da cunhada. "Agora está um pouco corrido, mas sempre que posso estou na máquina. Adoro bordar patchwork e fazer minhas próprias roupas", revela a "estilista".

ÚLTIMAS NOTÍCIAS Mais notícias
C.Vale

C.Vale – Cooperativa Agroindustrial
Av. Independência, 2347 | Palotina – PR
CEP: 85950-000 | Tel: 55 (44) 3649-8181

blz.com.br