C.Vale

Notícias

16/03/2016 | El Niño prejudicou soja em Mato Grosso

Como costuma acontecer em anos de El Niño, faltou chuva para a soja em grande parte do Centro-Oeste do Brasil. A safra 2015/16 já começou mal devido a uma estiagem que obrigou muitos produtores a replantar ou atrasar a implantação das lavouras. O baixo nível de umidade dos solos não se limitou ao final de 2015. As chuvas voltaram a escassear em janeiro e, para agravar ainda mais, as altas temperaturas prejudicaram as plantações. Com clima seco, a ferrugem asiática pouco interferiu. Em compensação, o percevejo e a mosca branca atrapalharam bastante o desempenho das lavouras, informa o gerente da C.Vale de Nova Mutum, Amarildo Mancini. Com esses fatores, ele calcula a produtividade média da soja em torno de 45 sacas/hectare contra 52 sacas/hectare na safra 2014/15.

Mais ao norte, em Sinop, as condições climáticas foram bastante semelhantes. As lavouras "patinaram no seco" logo após o plantio devido à escassez de chuvas. No período de enchimento de grãos as chuvas até caíram, mas em baixos volumes e muito irregulares. "Teve muitos casos em que chovia na cabeceira da fazenda e não chovia nos fundos", relata Nilson Roque, gerente local da cooperativa. Menos mal para os produtores que a ferrugem asiática não prejudicaram ainda mais a situação e o rendimento médio ficou em 50 sacas/hectare, 10% abaixo das 55 sacas/hectare da safra passada.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS Mais notícias
C.Vale

C.Vale – Cooperativa Agroindustrial
Av. Independência, 2347 | Palotina – PR
CEP: 85950-000 | Tel: 55 (44) 3649-8181

blz.com.br