C.Vale

Notícias

22/05/2013 | Escoamento na rota das prioridades

A nova regulamentação dos portos apresentada pelo governo federal, abrindo a possibilidade de exploração do setor pela iniciativa privada pode ajudar a reduzir o custo Brasil. A proposta foi considerada positiva pelo novo presidente da Cotriguaçu Cooperativa Central, Alfredo Lang, que também é presidente da C.Vale. Ele vê como principais problemas de escoamento o alto custo do transporte rodoviário e deficiências nos portos que impedem o carregamento de navios em dias de chuva. Os investimentos da Cotriguaçu em ferrovias e no Porto de Paranaguá podem ajudar a reduzir esses custos, acredita o dirigente. A cooperativa está investindo R$ 200 milhões em um terminal ferroviário em Cascavel.
Ele exemplifica dizendo que para enviar uma tonelada de soja de Sorriso a Paranaguá o gasto é de 147 dólares (R$ 294,00) por tonelada para 2.500 quilômetros. Para mandar um navio de Paranaguá à China gastamos 45 dólares (R$ 90,00) por tonelada para percorrer 17 mil quilômetros. “Gastamos mais internamente com transporte do que para fazer nossos produtos chegarem a outros países. Precisamos melhorar nossa logística se quisermos manter nossos clientes ou até mesmo ampliar nossas vendas”, resume Lang.

Ferrovias: caminho para reduzir custo de escoamento da produção

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS Mais notícias
C.Vale

C.Vale – Cooperativa Agroindustrial
Av. Independência, 2347 | Palotina – PR
CEP: 85950-000 | Tel: 55 (44) 3649-8181

blz.com.br